quarta-feira, 29 de julho de 2009

INVERNO E SOPA





Ontem escrevi que amo risoto, hoje pra não fugir da minha tradicional passionalidade, vou falar que Odeio o inverno! Ele deixa as pessoas sem cor sem forma, mal consigo sair da cama de manha sem resmungar muito. Mas como tudo tem lado bom, o inverno é sinônimo de sopas. Amo sopa, qualquer sopa. Nada melhor que caldinho quente pra aliviar o frio do corpo, se for a dois muito melhor.



Há anos eu tenho como livro de cabeceira Afrodite da Isabel Allende. Acredito, como ela, que o afrodisíaco esta na cabeça de cada um, e não em uma receita cheia de ingredientes estranhos como olho de cabra ou qualquer coisa do gênero.


E é dela uma receita de sopa que eu uso sempre, assim como o nome diz: SOPA DA RECONCILIAÇÃO.



  • 2 xícaras de caldo de frango

  • 1 xícara de champignons frescos

  • ½ xícara de cogumelos porto belo ou ¼ de secos

  • ½ xícara de cogumelos portini ou ¼ de seco

  • 1 dente de alho

  • 3 colheres de azeite de oliva com trufas

  • ¼ xícara de vinho do porto

  • 2 colheres de creme de leite

  • Sal e pimenta

Frite os cogumelos, champignons e o alho em azeite de oliva por alguns minutos. Acrescente o caldo, o vinho do Porto e metade do azeite trufado, tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar tampado até os cogumelos ficarem macios. Deixe esfriar um pouco e bata no liquidificador, a sopa fica espessa.

Pra servir esquente bem e sirva com o resto do azeite frufado e o creme de leite.


E como Isabel Allende ensina ponha um belo vestido, pinte as unhas de vermelho e esquente o seu inverno da melhor forma.

Um comentário:

Lucas Russi Arquiteto disse...

Boa receita! Se fosse uma mina faria isso com certeza! hehehe